quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007

Papel branco

Nem sempre faço os meus trabalhos directamente no computador. Muitas vezes faço-os num caderno e tal, assim como quem não quer a coisa. Depois fico assim a pensar e quando dou por mim já me perdi em qualquer lado... Enfim, retomando a conversa, pois, é isso.
A maior parte das vezes para mim, as coisas nascem assim, num papel branco e só depois é que as passo para o pc, onde ás vezes se desenvolvem, outras vezes nem por isso...

1 comentário:

Carlos Marques disse...

Continua a adorar os teus desenhos e as cores. Tens influências Wacom?

Beijunhos
Carlos