segunda-feira, 1 de junho de 2009

Território

Opaco. **

10 comentários:

Azelpds disse...

Ok, esta já consigo ver bem porque a anterior dava vipe no meu pc. :p

Portanto hmm, gosto, apesar de um certo ambiente tenso que se sente na ilustração. :)

liliana_lourenco disse...

[O post anterior até no meu pc dava 'vipe' e tive que mudar o clip porque de outra forma não corria nem aparecia.] :-|

Em relação a este último:

Ambiente tenso.. hmmm.. não sei.. é capaz, mas acho que vai depender da hora do dia em que olhar para ela. :)

Obrigada. :)

**

Anna Molly disse...

Awwwwwwwwwwwwww
**Blue Bird on a sunny day**

Gosto, estou num mood que não me permite explicar por aqui as emoções que a tua ilustra fez despertar em mim.

(http://www.youtube.com/watch?v=QbagPVwFsfg)

Bisous e até breve (;

7ze disse...

Conjunta bem com as séries! Várias opções arriscadas,

em relação ao teu cânone:
esborratado do cabelo (parece aqueles negativos a tinta da china que se produziam raspando) produzindo um efeito acizentado (ela está a envelhecer?), em conjunção com o efeito textural usado para o preenchimento do pássaro(?);
engrossar (ou melhor, pingar) do traço e contorcionismo do contorno, à altura da assinatura, do lado oposto

estéticas:
a pronúncia do nariz
o pescoço... onde está o limite traseiro? boa indicação, pois é preciso ir buscá-lo a um traço mais grosso que, então, sugere uma provável chave, um enquadramento! há dois quadrados (ou melhor rectângulos) definidos à esquerda do _.gif e que apontam na direcção do balão opaco, que a menina divisa no que diz: um exterior, mais «formal», definido pela horizontal a encimar o cabelo e pela esquadria sobrerriscada na base do «pescoço», incluindo a base do caule da flor e um pouco da barriguinha do balão, mas não o passarinho; outro interior, definido pelo tracejado na face, e que contorce o olhar para abranger toda a flor em écran...

De permeio, aquele «passarinho» indefinido no território delimitado pela fala da menina, que se insinua entre o seu olhar e a flor bem cheia: julgo que sugere a tensão de que fala o Azel... na aparente opacidade do discurso formal rasgam-se veios que sugerem uma apropriação de outros símbolos mais complexos para povoar o território.

Ocorreu-me uma ideia para a linha Triple L: uns postais tipo «raspadinha»... criavas um (ou mais) quadrado(s) «secreto(s)» onde aparecia (velada) uma chave da ilustra... as pessoas eram obrigadas a comprar, se quisessem «destapar»

Boa Liliana! Boa ornitologia! (usas muito o pássaro como representação da imaginação e da liberdade)

liliana_lourenco disse...

Soya:

Ok. Então quando um dia te passar essa mood, podes sempre voltar aqui e explicar o que a ilustração te despertou.
Eu espero. ;)

Beijinhos e até breve! :)

7ze:

Obrigada por tão detalhada explicação, do que vês.. ou do que sentes.

Gosto sempre de sentir/ver/ouvir o que os outros sentem com o que por aqui vai caindo.

Boa partilha. :)

**

dina disse...

para mim está a "olhar para o anteontem" :) como a minha mãe diz :) quando eu estou 5 min sem me mexer

Gustavo disse...

liliana,

há muito tempo que sigo em silêncio todos os trabalhos que fazes. É(s) viciante.

liliana_lourenco disse...

Dina:

Pois então que seja: 'Está a olhar para o anteontem.' E pelos vistos vai estar sempre. ;)

Beijinhos! :)

**

Gustavo:

Olá!
Então ainda bem que saíste do silêncio... :)

Obrigada pelo comentário. :)

**

Maria madeira | António rodrigues disse...

Olá Liliana!
Pouco tempo para fazer a ronda nos blogs favoritos. Quando venho aqui surpreendo-me sempre. E volto. Gosto especialmente desta. Linda.

liliana_lourenco disse...

:)

Olá Maria Madeira!

Que bom ver-te por aqui. :)
Obrigada pelo comentário.
Volta sempre! :)

Beijinhos!

**