terça-feira, 15 de dezembro de 2009

[ Feliz ] Natal

E foi naquela manhã cedo, muito cedo.. talvez cedo de mais.. que o Pai Natal morreu. **

8 comentários:

7ze disse...

Com sombra, as ilustras ganham profundidade... Fizeste-me lembrar os Esteiros e as histórias de crianças que não tiveram tempo para o ser.

Liliana: Feliz Natal! A tua prenda, para variar, tens de a levantar (ou pedir para te a levantarem) no Xantarim... Estás na gift-list, podes escolher uma cara.

Se apareceres para a despedida do Artur, diz qualquer coisa... A FESTA é já no Sábado!

Um graaande abraço

ajg disse...

uma das coisas que gosto muito nos teus desenhos é justamente um sentido "flat" que não procura esculpir a tridimensionalidade dos corpos, mas apresentá-los de forma imaterial como manchas gráficas.
neste desenho, a sombra afasta-me o gosto porque tem uma dimensão naturalista que não cola muito com o que disse acima.
e se experimentares tratar as sombras também dessa forma gráfica-não-natural?

dina disse...

ohhhh
isso é muito triste
eu então tenho um Pai Natal só meu que vai lá a casa, porque o meu ainda não morreu, ainda anda de trenó, tem renas, come bolachas quando chega lá a casa, não se deixa ver, escreve cartas a dizer se nos portámos bem e responde às nossas cartas.
Muito simpático o nosso pai natal, tem muitos duendes a ajudá-lo e o rudolfo ora está constipado, ora de pata partida, ora perguiçoso com o frio ... enfim, a ficar velhinho

elsafer disse...

uma partilha ... o melhor pai Natal
;)

liliana_lourenco disse...

7ze:
Obrigada pelo comentário e pela prenda. :)..
Fui ver do que tratava os 'Esteiros' e pareceu-me interessante. :)

Não vou poder ir à Festa de despedida do Artur mas espero que se divirtam todos e muito. :)

Um Feliz Natal também para ti. :) **

ajg:
Percebo o que dizes.
É sem dúvida alguma uma ideia a considerar, a questão da sombra 'não natural'.

Obrigada pela sugestão. :) **

Por acaso neste trabalho ocorreu-me colocar sombras e não desgosto, mas na altura quando o estava a fazer só me lembrava de um trabalho que fiz há imenso tempo, intitulado 'Turn Off' (Flickr).

Eu e as sombras nunca tivémos uma relação muito natural. Raramente nos encontramos o que por vezes se torna um problema quando estou a fazer certo tipo de trabalhos que me exigem uma visão mais normal das coisas. :)

Dina:
:) Sim, acho que o Pai Natal vai existindo aqui e ali.. só é pena não existir em todo o lado.

Mas parece-me simpático o Pai Natal que continua a visitar a tua casa todos os anos. :)**

Elsa:
'o melhor Pai Natal'.. o que não existe?.. :) **

7ze disse...

Nem é uma sugestão, apenas uma constatação... O (a) ajg tem razão, gostei do termo «flat»; o que não quer dizer sem profundidade; apenas um estilo, mas em evolução... Repara na vantagem de teres coragem de te expores «gratuitamente»; surgem estas pérolas da observação; parabéns pela exagese e pela atenção, ajg!

j.caro disse...

magnifica tristeza

liliana_lourenco disse...

7ze:
Sim, é sempre bom haver este tipo de partilhas. :)

Em termos pessoais, para mim é imensamente vantajoso e prazeroso também.

É como aquelas pessoas que adoram cozinhar mas esse desejo intensifica-se quando sabem que depois têm companhia para se sentarem à mesa. :)

j.caro:
Uma 'beleza' triste.. :) **