quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Memórias



Lembro-me de ter 5 anos e de passar as manhãs sentada na mesa da cozinha, a desenhar em todos os espaços em branco dos jornais. Eram desenhos com cheiro a matapa, outros com cheiro a caril e os menos sortudos, cheiravam a favas.
Também me lembro de poucos anos mais tarde, muitas vezes adormecer a pedir ao menino Jesus, para acordar na manhã seguinte com o cabelo liso... e loiro. Esse milagre nunca aconteceu (obrigada Senhor) e os meus desenhos continuaram a crescer, à sombra da mesma carapinha de sempre. Fim. **

2 comentários:

Marta Moura disse...

Belíssimo post, adorei.

liliana_lourenço disse...

Olá Marta. Fico contente que tenha gostado. :) Beijinhos. **